quarta-feira, 21 de julho de 2010

Um vazio de palavra

"Este despedimento colectivo, e o fecho do Rádio Clube, deixa um vazio no espaço radiofónico português. As rádios apostam cada vez mais na música (nas mesmas músicas), e menos na palavra."

Palavras de um manifesto dos trabalhadores abrangidos pelo mais recente processo de despedimento colectivo, ainda em curso, processo esse que o Sindicato dos Jornalistas repudia