domingo, 24 de agosto de 2014

Novamente a reforma do sistema eleitoral

Consta que um grupo de 30 "personalidades independentes" (as aspas não são minhas, estão no despacho da agência Lusa), que ouvi algures (não sei que rádio, não sei que televisão) serem de direita e de esquerda (?!) vai apresentar, quarta-feira, um manifesto "Por uma Democracia de Qualidade".
As "personalidades independentes", que têm como porta-voz o deputado e ex-presidente do CDS, querem uma reforma do sistema eleitoral antes de 2015 (ou seja, reforma profunda para fazer em três meses....), que permita a escolha directa dos eleitos, furtando ao "directório dos partidos " (cito de memória o ex-ministro das Finanças Campos e Cunha, ouvido pela RTP) o controlo da escolha dos ditos eleitos.
Esta pretensão é velha e revelha e tresanda a saudosismo do mais acabado caciquismo, ameaçando verdadeiramente a Democracia. Mas, sem o benefício da dúvida, espero para ver o dito manifesto e o impulso reformista independente - mais um!... - que ele nos traz. 
.