sábado, 28 de maio de 2016

A vida por um abraço?


Entusiasmado, um repórter da RTP numa rua de Milão dá a palavra a um jovem que, pelos vistos, deseja muito abraçar o futebolista Cristiano Ronaldo.
Muito entusiasmado, excessivamente entusiasmado, o repórter do Serviço Público de Televisão conclui, num apelo lancinante (cito de memória): "Um abraço, um simples abraço, poderia mudar a vida deste jovem!"
São "reportagens" destas que às vezes levam a descrer no Serviço Público.