domingo, 13 de março de 2016

Assim vai o Mundo

Mundo, 13 de Março
1. Um atentado em Ancara com mais de 30 mortos dá um excelente argumento ao governo turco para atacar as milícias curdas e agravar as medidas repressivas no país e desvia as atenções das manobras de expansão em território sírio.
2. Na véspera do reinício das negociações entre delegações do governo e da oposição sírios, um dirigente rebelde deixou muito claro que a transição só será possível com o presidente Bashar al-Assad afastado – vivo ou morto. Os Estados Unidos não reagiram a esta exigência: apenas a afirmação, ontem, do ministro sírio dos Negócios Estrangeiros, de que a manutenção do presidente é uma “linha vermelha” inegociável, os perturbou.
3. A grande imprensa acarinha as manifestações pela destituição da presidente do Brasil, Dilma Rousseff, construindo a imagem de que se trata da palavra derradeira do povo. Como se não fossem os grupos de Media e os grandes interesses económicos a patrocinar a contestação. 
4. O partido anti-imigração Alternativa para a Alemanha (AfD) subiu nas eleições nos três estados germânicos nos quais se realizaram hoje eleições regionais, alcandorados numa preocupante xenofobia e num ódio larvar que vai ganhando terreno na Europa. É preciso avivar a memória quanto aos resultados horrendos destas derivas.