quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

Media: a diferença entre uma coisa e outra

Suponho ter experiência profissional, inquietação cívica e reflexão sobre os Media suficientes - perdoem-me a presunção - para questionar os alinhamentos editoriais destes dias.
E, sobretudo, para perguntar se os jornalistas, aos quais cabe (formalmente, sei...) o comando editorial dos Media, fazem as suas opções em função do que público quer ler/ver/ouvir ou do que, em consciência e juízo crítico, o público deveria saber.
É que há um mundo tão grande de diferença entre uma coisa e outra...