sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

Dos lugares comuns


Se for ainda a tempo, como espero, gostaria de formular um pedido a políticos, comentadores políticos, editorialistas, colunistas e outros escreventes, jornalistas e ofícios correlativos. A saber:
Por favor, por caridade mesmo, abstenhai-vos de escrever que este primeiro-ministro, ou este governo, é, - ou não é - "um bom aluno".
Além de infantilizadora, a expressão denota pouco respeito por qualquer ideia de soberania. E desrespeito desse já houve que chegue.
Agradecido