terça-feira, 10 de junho de 2014

O respeitinho já foi muito bonito

A menos que a demonstrem mediante perícia forense, é despropositada e abusiva qualquer associação entre a indisposição do Presidente da República e a manifestação exigindo a demissão do Governo durante a cerimónia militar desta manhã.
O chefe de Estado-Maior General das Forças Armadas pediu a quem "perturbava" a cerimónia "respeito pelas Forças Armadas e por Portugal". Os manifestantes pediam respeito pela Constituição da República e pela Democracia.
O Presidente da República pede compromissos até à discussão do Orçamento do Estado para 2015. O único compromisso exigível é com o futuro do país, pela sua soberania, independência e progresso. Estará Cavaco Silva disposto a fazer o que lhe cabe nesta hora?
.