domingo, 8 de junho de 2014

A oração pela paz, um acto a ter em conta

Gesto histórico: Shimon Peres e Mahmoud Abbas trocam um aperto de mãos sob o olhar mediador do papa Francisco
Foto de Filippo Monteforte/AFP, via JN com a devida vénia
Ainda não sabemos que efeitos reais terá o acto de "oração pela paz", com a participação do papa da Igreja Católica, o presidente da Autoridade Palestiniana, Mahmoud Abbas, o presidente de Israel, Shimon Peres, e outras autoridades religiosas católicas, ortodoxas, judaicas e muçulmanas, realizado hoje nos jardins Vaticano, onde os líderes das duas nações do Médio Oriente em longo conflito plantaram em conjunto uma oliveira. 
Mas trata-se de um acto e de um gesto que contam; e de um momento que marca a História. 
Que o desejo de Francisco "Nunca mais a guerra" se cumpra em breve. E de forma consequente.

.