sábado, 21 de dezembro de 2013

Rebelião pelos cabazes

Bem me parecia que aquela rábula de marketing, da oferta de um cabaz de compras a um desempregado voluntarista, protagonizada por uma cadeia de supermercados cujo dono passa a vida a debitar opinião em entrevistas em rádios, televisões e jornais, haveria de ter outros episódios.
Ficará por aqui, a rebelião pelos cabazes dos desempregados, dos precários e dos trabalhadores do Pingo Doce?
.