quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Vejam como eles se entendem

Como previ designadamente aqui e aqui, eles entendem-se: cumpre-se a eterna aliança entre os partidos "com vocação governativa", para usar a expressão do líder parlamentar do PS, Francisco Assis; e confirma-se o que toda a gente já sabia e que ainda ontem os jornais sintetizavam numa frase do ministro Silva Pereira, segundo a qual o "PSD é o parceiro natural". Claro, quem havia de ser?! Conclusão: o Orçamento de Estado está garantido pelo Bloco Central; e o PSD ganha peso negocial para a revisão constitucional que quer fazer e à qual o PS vai ficar mais uma vez atrelado. Apostamos? 
.