terça-feira, 13 de abril de 2010

Privatização da RTP: Não, e não - e nunca!

O recentemente eleito presidente do Partido Social Democrata, Pedro Passos Coelho, parece estar apostado na privatização da RTP e o assunto parece um dos mais sólidos da sua agenda política, que confunde meros negócios com Serviço Público.
Hoje, o Sindicato dos Jornalistas foi dizer ao Governo uma coisa muito simples: o Estado deve continuar a assegurar um Serviço Público de Televisão (e de Rádio) através de uma empresa de capitais exclusivamente públicos.
É certo que vem aí uma revisão ordinária da Constituição da República e que muitas coisas podem acontecer, face à actual correlação de forças e ao eterno problema da negociação política. Em matéria de direitos fundamentais e do património democrático e cívico que a CRP encerra, vai ser necessário estar muito atento.